Chez Maria Trindade

Morte aos feios na espuma da austeridade
Recent Tweets @mariaarvore
Tumblrizar por aí
Chez Nous

Futilidades

Há mulheres que vão ao doutor da cabeça, àquele que alguns insistem em chamar cabeleireiro, para dar sumiço às coisas para as quais ironicamente se diz fecunda-me que eu gosto.

National Mengraphic

(Foto © João Freitas, 2006, Abram Alas Pró Noddy #1) O início do novo ano lectivo trouxe-me à memória um curioso espécimen da fauna masculina que se caracteriza por sucessivos encornanços à legítima em funções, na maior descrição como é esperado por todos e que quando estes factos se tornam públicos, na pior das hipóteses por evidentes barrigas que só esvaziam após uns quantos meses, passa a investir fortemente na crias, particularmente se forem meninas.

adreciclarte:

Women by Steve McCurry

socialjusticeprincesses:

fat-lasts-longer-than-flavor:

cuadradonegro:

obscurewings:

I made a political cartoon for English class about issues in school

It focuses on how teens are expected to make career defining choices with barely any experience, and also how parents often take so much authority that their child’s decision is not actually their own

If this gets some notes then I’ll make a colored version

thank fucking you. this defines me a few years ago really accurately

this

story time! At college some of us were talking about tattoos we want. Our teacher said “you don’t want to get a tattoo at eighteen because you might change your mind.” I said “I had to decide my entire career path when I was fourteen when I chose my GCSEs. I think I can decide on a bird on my wrist at eighteen.”

~ Mulan

(via o-escroto-da-liberdade)

Ponto gê

(Foto © Jill Greenberg ) Comprei mais uma mala. Com muitos bolsos exteriores para o tabaco, o telemóvel e as chaves.

Vulcânica como as ilhas que a deram ao mundo, Natália de Oliveira Correia nasceu neste dia 13 de Setembro, há 83 anos atrás, em São Miguel.

Qualquer biografia dará conta dos pormenores do currículo literário desta poetisa de telúricas paixões que hoje tem o seu nome inscrito nas esquinas de uma rua de Lisboa, próxima do palco que foi o seu Botequim, na Graça, mas ela própria afirmava que «O…

View On WordPress

Larga-me a labita

Larga-me a labita foram as palavras que disse antes de voltar costas àquele energúmeno educado a colheradas de filmes pornográficos, sem qualquer outro componente adicional na sua dieta.

0 Runkelstein_3363

Martim Moxa terá sido um clérigo que viveu a passagem do século XIII para o XIV e assumia o facto de ser amante do prazer carnal como na seguinte cantiga :

Esta cantiga
Fez Martim a si mesmo

A Martim Moxa, aviltam as gentes.
Não lhe perdoam que tenha casado.
Dizem-no, porém, só os maldizentes,
pois nunca se esquece que foi ordenado,
e vêem-no capa de coro trazer.
Mas os que lhe buscam mal por…

View On WordPress

(Este post respeita a igualdade de género apresentando bolos para ambos os sexos)

View On WordPress

Socas http://wp.me/s22cC-socas

Não gosto de socas e nunca gostei que bem me lembro quando há muitos anos foram moda cá no burgo e era vê-las a voar do alto do Twist da extinta Feira Popular directas para as cabecitas dos transeuntes incautos.