Postais fofinhos

O Eleito

Aquele caramelo fez-me crer que me amava, seja lá isso o que fôr, ou mais coisa menos coisa é aquela sensação de uma atenção especial a que nos sentimos votados e na qual também embarquei, para tudo somado me sentir refrão do tema dos Heróis do Mar, dos longíquos anos oitenta, que apregoava que “com o amor não me matáste o desejo”.

Suplício http://wp.me/s22cC-suplicio

Se ele fosse só alto e espadaúdo não me colocava neste suplício que o que não falta por aí são metrossexuais para consumo imediato. Mas sou conservadora no prazer de estar à mesa demoradamente, a degustar os vinhos e as conversas nas papilas gustativas, a enrolar as vitualhas na boca para lhes extrair todos os sucos e, para mim, gajo que é gajo tem de ser uma refeição completa.

Custa quando…

View On WordPress

Não me digas com flores *

Bem hajam os meus paizinhos que não me nomearam Rosa, Margarida ou Dália para me fadarem com uma condição frágil.

Desta água não beberei…

não direi… mas que a marca desmotiva é um facto.

Sexo litigioso

Há quem jure a pés juntos que a leitura de processos judiciais é um aborrecimento medonho, uma tortura de frases pomposas de conteúdo semelhante à velhinha lista telefónica.

awesome?…

youre-bey0nd-beautiful:

angrymuslimah:

"Gulabi Gang" is a gang of women in India who track down and beat abusive husbands with brooms.

this is too thug not to reblog

"Gulabi Gang" is a gang of women in India who track down and beat abusive husbands with brooms.

(via whatsananais)

Na paz da queca

Há homens de muita paz. Paz, paz, repercutida a palmo nas nossas nádegas enquanto o trem de aterragem lhes desliza pela nossa pista da retaguarda revestido ou não a pneu.